Feliz dia do amigo virtual


“O bom da vida 

é celebrar com os amigos 

a alegria de viver.” 


Feliz Dia do Amigo Virtual!



8 de Março, dia Internacional da Mulher


CLIQUE NA IMAGEM PARA VISULAIZAR
linda mensagem musical
para
todas as mulheres
neste dia Internacional da Mulher.

Era uma vez uma flor... linda... rara...








Era uma vez uma flor... linda... rara...




De tão diferente...imaginem...
Queria ser gente!


E assim queria poder sorrir
Queria poder beijar... amar...ser amada...
Queria ver seu colibri... o seu beija flor...
Transformado em príncipe...


Era uma vez uma flor...linda, rara...
Queria ser gente, a todo custo...
Queria poder viver longamente
Poder sair pela vida... pelo mundo a fora...
Fugir do vento e das tempestades...
Ver o sol da manhã... sentir a brisa do mar...


Era uma vez uma flor... linda...rara...
Queria poder amar... ser amada...
Amar... viver sonhando... 
Ah...como queria!


Era uma vez uma flor... linda... rara...
Queria poder sentir todos os sentimentos...
Queria poder sentir alegria... tristeza...
Ah...queria sentir saudades!


Queria muito mais...queria como qualquer pessoa...
Ter braços e pernas ... alma...
Ah...queria ter mais que tudo um coração.


Imaginem só... que flor mais sonhadora...
Mas ela queria... 
Porque queria ... ter um coração
E viver a magia de um grande e verdadeiro amor!


Um dia ... será? Quem sabe?


E você... que é gente... 
Já correu atrás de ser feliz?


by Zininha.

QUARESMEIRAS E MANACÁ DA SERRA... LINDAS DE SE VER!




Lindas, elas reinam absoluta
e com a temporada de chuva, elas estão
mais lindas ainda, forte no colorido
e árvores totalmente floridas.
LINDO DEMAIS!

Aqui se vê a beleza das flores da Quaresmeira...




e abaixo Manacá da Serra... lindo de ser ver...




Nestas fotos que fiz, dá pra ver bem a diferença
entre as duas... de longe parece iguais.



O Manacá da Serra, tem flores branca e lilás... em uma só árvore
enquanto a Quaresmeira, tem flores mescladas, ou só roxinhas.


Lindas demais... estas duas árvores

Em todas as ruas de São Paulo
nas estradas que nos levam ao litoral
tudo roxinho, florido, lindo demais!





Flor de Lótus...significado de suas cores...



A Flor de Lótus tem cinco cores diferentes, e cada uma delas
tem uma interpretação espiritual.

A flor que surge no meio da lama e sujeira representa o ato de ascender à luz
acima de todos os desejos e apegos. 

 Segundo o budismo, este é o caminho para atingir a iluminação espiritual.
 Embora a flor tenha suas raízes na lama, ela cresce direcionada para a luz. 

Acredita-se que ela representa a aspiração de crescer, mudar e mover-se em direção à luz. 

A flor de lótus, portanto, simboliza a jornada da escuridão (representada na lama) 
para o conhecimento e a sabedoria, representadas pela luz.

Flor de Lótus Branca


Esta flor encantadora é uma das mais reverenciadas em todo o mundo, e todos referem-se a ela como "o ventre do mundo". Representa a pureza da mente, a calma e a serenidade da natureza humana e a perfeição espiritual. 

Flor de Lótus Rosa


A delicada lótus cor de rosa está associada a diversas divindades em diferentes culturas, e representa também o símbolo de Buda na Terra. Acredita-se que ela denota a mente de uma pessoa - quando está fechada, representa a fase de transição que ocorre no caminho em direção à espiritualidade, enquanto a flor já aberta com todo o seu esplendor representa a iluminação. Isso explica o porquê de muitos deuses e deusas hindus, assim como Buda, serem usualmente retratados sentados sobre uma lótus rosa.

Flor de Lótus Vermelha


A lótus vermelha representa o coração e simboliza amor altruísta, paixão, compaixão e bondade. Uma lótus vermelha toda aberta simboliza um coração muito grande e generoso.

Flor de Lotus Azul



Esta linda lótus representa sabedoria e conhecimento, e também a vitória acima de tudo. Tem um significado muito especial e sagrado na cultura do Egito Antigo, e é bastante difícil encontrá-la. A lótus azul descreve uma pessoa que tem total controle sobre sua mente e espírito, possibilitando-a passar por cima de aspirações e desejos materiais na vida.

Flor de Lótus Roxa


A mística lótus roxa está associada ao esoterismo, e é retratada tanto aberta como ainda em forma de botão ou broto. Suas oito pétalas representam oito nobres caminhos - um dos principais ensinamentos de Buda. Acredita-se que seguir este caminho é a chave para o despertar próprio.

"Assim como a flor de lótus, nós também temos a capacidade de nos levantarmos da lama, florescer da escuridão e irradiar para o mundo."

Orquídeas... uma lenda de amor!





As orquídeas são flores belíssimas, mas de trato difícil e são a motivação de muitos cultivadores de flores e a elas está ligada uma lenda de amor e paixão.






Na cidade Chinesa de Anam existia uma formosa jovem chamada Hoan-Lan que se divertia a deixar-se amar, desprezando depois todos os que lhe prestavam o seu amor, levando mesmo muitos homens ao suicídio, devido à sua frieza e desprezo.






A determinada altura, um poderoso deus decidiu que Hoan-Lan 
tinha ido demasiado longe e castigou-a. 
E o castigo foi fazer com que a jovem volúvel se apaixonasse perdidamente pelo formoso Mun-Say, sem que este lhe prestasse a mais pequena atenção. 








Hoan-Lan procurou o deus da montanha de Tan-Vien e implorou-lhe ajuda, 
mas este estava tão zangado que a mandou embora. 





À saída da gruta, Hoan-Lan encontrou uma bruxa de pés de cabra 
que lhe ofereceu a vingança contra Mun-Say, a troco da alma da jovem. 





Hoan-Lan aceitou o contrato e a bruxa fez um feitiço 
com uma folha de palmeira e enterrou-a, pronunciou 
umas palavras desconhecidas e desapareceu.






Passados uns dias, Hoan-Lan viu ao longe seu adorado Mun-Say e correu para ele,
mas quando se preparava para o abraçar, 
o jovem transformou-se numa árvore de ébano. 


Nesse momento apareceu a bruxa e disse-lhe que esta era a vingança prometida 
que não lhe permitia a ele amar mais ninguém. 
Hoan-Lan suplicou que o feitiço fosse desfeito mas a bruxa não lhe deu ouvidos.







Chorando junto do amado, ali ficou durante muito tempo 
até que despertou a compaixão de um deus que, 
colocando um dedo na sua testa a perdoou, transformando-a numa flor 
antes que a bruxa lhe retirasse a alma.


No entanto, concedeu-lhe que não se separasse do seu amado, 
vivendo da seiva da árvore. 

Enquanto falava, a jovem ia-se transformando, 
enrolando-se os braços na árvore, numa derradeira súplica. 


E foi assim que apareceu a primeira orquídea, segundo a lenda de Anam.




Fotos by Zininha...Orquídeas do jardim do meu condomínio, onde o amor é o ingrediente que faz toda a diferença...

Ipoméia Rubra... a bela que veio das Índias.




Na minha caminhada haviam ipomeias.
Rubras ... lindas... insinuantes.






Enfeitavam o entrada da pousada à beira mar.
Pássaros, borboletas... recepcionavam a todos.




Ipoméias Rubras... lindas... entre matizes e perfumes
...para quem quisesse ver... sentir... se apaixonar.